ABC do ciclismo

Bem-vindo 2019! O Gorila está pronto para te ajudar a começar bem o ano. O tema é meio didático, mas bem interessante! Vamos apresentar a nomenclatura utilizada pelos ciclistas. Selecionamos poucas e boas, quase que essenciais para você se manter no pelote, clipado e sem botar a cara no vento. rss



A

Afogado - Ciclista sem fôlego para manter ou aumentar o ritmo, pois ultrapassou sua capacidade respiratória

Andar na roda - Ficar atrás de outro ciclista na prova a uma distância de poucos centímetros, aproveitando-se do vácuo

Atacar ou torcer o cabo - Tentativa de se distanciar do grupo, acelerando

B

Botar a cara no vento ou puxar - Sair do vácuo proporcionado pelos ciclistas imediatamente à frente e ditar o ritmo da prova

C

Camelar - É quando um ciclista tem que ficar muito tempo puxando o pelotão (camelando) para ajudar seu companheiro de equipe

Caramanhola - Garrafa de água específica para ciclismo, geralmente carregada no quadro da bicicleta

Clipado - Nas bicicletas TT (Time Trial) possui um clip preso no guidão, permitindo que o ciclista mude a posição e fique apoiado com os braços na frente da bicicleta

D

Dar na cabeça - Aceleração forte de um ciclista, na tentativa de se distanciar do grupo

E

Encaixado ou Escondido - Pedalar atrás de um ciclista ou grupo, para reduzir seu próprio esforço contra a resistência do ar, diminuindo o cansaço

F

Fuga - Quando um ciclista ou um pequeno grupo se desliga do pelotão tentando estabelecer uma diferença de tempo impossível de ser tirada

G

Giro - Pedalar com uma cadência mais alta, sem fazer muita força nos pedais

Grupeto - Grupo pequeno de ciclistas que se ajudam para manter velocidade e terminar uma corrida, mesmo que longe da disputa principal pela vitória. Velocistas costumam usar esta tática em etapas de montanha, quando eles não têm a mesma velocidade que os melhores escaladores e só precisam terminar a etapa

L

Ler o terreno - Forma de se antecipar às mudanças no terreno do percurso para evitar obstáculos ou calcular alguma manobra

M

Martelar - Fazer muita força nos pedais, geralmente com uma cadência mais baixa

Morder o Guidão - Inclinar o corpo à frente e pedalar forte, buscando mais aerodinâmica e velocidade

P

Pangaré ou Peba - Ciclista fraco, sem preocupação com seu desempenho ou equipamento. Termo usado de forma pejorativa por ciclistas mais competitivos

Passista - Ciclista especialista em “puxar” a equipe. Todo passista deve dar proteção ao sprintista da equipe para ganhar a prova

Pelotão - Grupo grande de ciclistas. A vantagem gerada pela diminuição da resistência do ar faz com que um grupo de ciclistas andando próximos e se revezando seja mais rápido que um indivíduo pedalando sozinho

Q

Quebrar - Perder desempenho, geralmente bruscamente. Ter dificuldade em continuar o trajeto ou manter o ritmo esperado

R

Revezar ou trocar - Revezar na liderança de um grupo para ajudar a vencer a resistência do ar. Com essa cooperação o grupo consegue manter uma velocidade média maior, pois todos têm a oportunidade de descansar um pouco a cada ciclo

S

Sobrar ou Sobrado - Não suportar pedalar na mesma velocidade de um ciclista ou grupo, ficando cada vez mais para trás e acabar perdendo o contato com o grupo que está mais à frente

Sprintista - Especialista em arrancadas de alta velocidade. Geralmente corre o percurso quase todo no vácuo do pelotão, guardando energia para a chegada, onde tem obrigação de ganhar

T

Tiro - Aceleração da velocidade da bicicleta por um período curto de tempo, aplicando bastante força aos pedais

V

Vácuo - Pedalar atrás e próximo da roda traseira de outro ciclista ou grupo para se beneficiar da diminuição na resistência do ar

Volantão - Engrenagem maior do pedivela. Usada em situações de maior velocidade

Volantinho - Engrenagem menor do pedivela. Usada em subidas, por permitir aplicar menos força no pedal

Vovozinha - Marcha mais leve da bicicleta (primeira marcha). Usada em subidas inclinadas. Combina o uso da menor coroa com o maior pinhão

Treino da semana:

Terça: 10 min de aquecimento + 3x 15km ( 5km em Z2 + 5km em Z4 + 5km em Z2) + 5 min soltar em alongar

Quinta: 20 min aquecimento + 40min (procure subidas longas 2 a 3km com 7-14% de inclinação - suba e descanse na descida) + 10 min Soltar + alongar

Sábado: 100 min variando percurso - experiente estradas ou circuitos longos.

12 visualizações

SIGA A YELLOW

KOM

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

TUBARÃO

  • Instagram
  • Facebook